4 Mitos sobre dores nas costas

Fisioterapeuta Ana Strojake
15/04/2017

A dor nas costas afeta todo o mundo e é um dos principais motivos de ausência no trabalho.


Segundo dados da Previdência Social, a dor de coluna é responsável por cerca de 160 mil licenças de trabalho solicitadas anualmente.

Segundo a associação britânica de fisioterapeutas Chartered Society of Physiotherapy, há muitos mitos sobre o que provoca a dor nas costas e como lidar com ela.

Seguem alguns:

 

1) “Se mexer, minhas dor vai piorar”

No passado, acreditava-se que a cura para dor nas costas exigia repouso absoluto. No entanto, já foi comprovado que a imobilidade não resolve o problema. E retomar os movimentos assim que possível é melhor para a recuperação do paciente do que ficar na cama. É claro que alguns movimentos durante o tratamento são restritos, mas é essencial o alongamento e fortalecimento da coluna para recuperação. Além disso, é só com o movimento que se tem estímulo para fabricar o líquido sinovial, que é o lubrificante das articulações.

 

2) “Devo evitar exercícios físicos”

Entre especialistas, há um consenso de que a melhor forma de se tratar a dor lombar aguda e crônica é o exercício. O grande porém é a execução errada ou excesso de carga. Movimentos errados, má postura e carga excessiva são os causadores de dores na coluna durante e após a atividade física. Quando o exercício é bem realizado, ele auxilia na prevenção da dor nas costas. Vale a pena investir num profissional que saiba a forma correta de realização dos exercícios físicos sem prejudicar a coluna ou qualquer outra articulação.

 

3) “Dor é sinônimo de lesão”

A vivência da dor raramente é proporcional à severidade da lesão, explicam os especialistas. A dor é mais complexa do que isso. O nível de dor reflete, na verdade, a percepção subjetiva de um indivíduo a respeito de quão ameaçado ele está. Por exemplo, experiências vividas, a saúde em geral, crenças, níveis de sono, de exercício e de bem estar psicológico, tudo isso tem um papel importante em determinar quanta dor uma pessoa pode sentir.

 

4) “Dor na coluna só pode ser tratada com cirurgia”

O último recurso para tratamento da dor é a cirurgia. Primeiramente são recomendados fisioterapia, reeducação postural global (R.P.G.) e atividade física. A cirurgia também não garante melhora. Ela faz parte de todo um tratamento que inclui a fisioterapia. Devem ser consideradas também as consequências do pós-operatório, como faltas no trabalho e limitações físicas. Um bom tratamento profissional reduz as chances de cirurgia.

Gostaria de saber mais?

Entre em contato para maiores esclarecimentos sobre nossos serviços e workshops.